A importância da pausa na dieta

Quando se está empenhado em seguir uma dieta, faz parte ter que conviver com algumas restrições alimentares.

As dietas não são prisões. Você pode, sim, ter uma “folga” de vez em quando. Pode ser uma maneira de satisfazer algum desejo ou permitir-se aproveitar um momento especial, do qual a comida faça parte.

De tanto se falar sobre esse tema, a “folga” já ganhou até nome: é o “dia do lixo” ou “day off”, a tal data compensatória, para comer de tudo.

Mas cuidado: “comer de tudo” não é o mesmo que “comer tudo que aparece”. Use o bom senso, não cometa excessos e, principalmente, respeite a duração da folga.

Em vez de fazer um dia inteiro de folga, uma boa dica é escolher uma refeição livre, comendo os seus alimentos favoritos, para retomar a dieta já na refeição seguinte.

Leia mais  Gases , saiba como evitar

Nessa “folga”, mesmo sendo mais livre, procure consumir os alimentos de forma inteligente, sem excessos. Seu nutricionista pode dar algumas sugestões deliciosas, que permitam algumas calorias extras, sem comprometer severamente sua dieta.

Em geral, esse dia da refeição livre não atrapalha a perda de peso. Ele pode ser um estímulo extra para seguir a dieta com mais afinco nos demais dias. Se essas exceções forem esporádicas e feitas com consciência, retomando-se o ritmo da dieta imediatamente depois da folga, elas não causam grandes prejuízos ou remorsos.