Artigo: estão querendo roubar o nosso açaí

Vem crescendo na internet o número de relatos de brasileiros que tiveram contato com estrangeiros que se disseram donos do nosso açaí.

 O açaí é uma fruta oriunda da região amazônica, produzido numa palmeira o fruto negro, é batido para retirar sua casca, uma fina película onde se encontra toda a força e potência do verdadeiro açaí.

 É fato que o açaí se popularizou no Brasil todo, e hoje em dia ele é produzido em diversos estados, embora cada lugar tenha sua particularidade de preparo e forma de degustar essa fruta.

 No norte do Brasil o açaí é consumido como polpa, a fruta batida gera um creme bem grosso que é servido junto de peixes, camarões secos, farinhas d’água e de tapioca. No sudeste do Brasil a fruta é consumida como sorvete, com adição de açúcares, xaropes, granola, leite condensado e frutas.

 Independente da forma que é consumido este produto BRASILEIRO, se popularizou e já ganhou o mundo, existem empresas e restaurantes brasileiros ao redor do mundo que importam açaí e vendem para os estrangeiros, mas qual o problema disso? Nenhum, o que é bom tem que ser partilhado e divulgado, mas a falta de informação leva os estrangeiros a pensarem que o açaí é um patrimônio deles.

 Por isso se faz cada vez mais importante divulgar e enaltecer o que é nosso, fazer a população do Brasil entender a importância dessa fruta e ajudar na preservação e popularização em nosso território.

É importante reforçar aos estrangeiros que querem comercializar e consumir tais produtos, que eles podem, desde que respeitem as tradições e a origem brasileira do açaí.

Leia mais  Nova moda entre as celebridades dadinho de tapioca com novo produto Akio

Pedro Amaral, chef de cozinha e proprietário do restaurante Amazônia Soul em São Paulo, comenta que sua ideia de montar um restaurante de culinária paraense na capital paulista se deu pelo fato dele morar aqui e sentir falta de comer o açaí na forma com que ele cresceu e se acostumou lá na sua terra natal em Belém do Pará.

 “Eu queria trazer a minha regionalidade para os nortistas que aqui vivem, e aguçar a curiosidade dos paulistanos pelo nosso açaí que é um tanto diferente do consumido aqui em São Paulo nas sorveterias”. Comenta Pedro

 A ideia não podia ter sido melhor, o açaí do Amazônia Soul faz sucesso na cidade e já virou point, sendo um dos lugares preferidos de famosos como a cantora Joelma, paraense que encontrou um pedaço do seu amado estado Pará em São Paulo.

Sobre o Amazônia soul

Com cardápio fixo, o restaurante faz entregas para até 7 km ou retirada no local. Entre as sugestões estão; Isca de Dourada (R$ 36,90), Pirarucu Amazônico (R$ 61,90), Arroz Paraense (R$ 41,90), Costela de Tambaqui (R$ 59,90), Pirarucu de casaca (R$ 62,90), Tacacá (R$ 32,90) e açaí paraense orgânico e 100% puro (R$ 28,90 – 500ml). Pedidos pelo Whatsapp. (11) 5083-4046  Instagram: @amazoniasoulsp. Retirada: R. Áurea, 361, Vila Mariana. Atendimento de mesa: Ter a Sáb: 12h às 22h. Dom: 12h às 18h. Delivery: Ter a Sáb: 12h às 21:30. Dom: 12h às 17h30.