Bichectomia: O que é, indicações e cuidado, Por Dr Igor Tedesco

A Bichectomia ou cirurgia para redução das bochechas é febre há muito tempo no mundo das celebridades e convidamos o Doutor Igor Tedesco para esclarecer todas as dúvidas sobre o procedimento.

CONFIRA

Quanto tempo leva o procedimento?

O procedimento ele leva em torno de 40 minutos e realizamos em consultório odontológico.

Meu rosto vai ficar flácido daqui a alguns anos?

Não, o rosto não vai estar ficando flácido!

Essa gordura ela é uma gordura de preenchimento do rosto e não de sustentação da pele, então não a probabilidade de envelhecimento em relação a essa questão. Mas, ligado com fatores externos em relação aos cuidados da pele, a partir dos 25 anos nosso organismo começa a produzir menos colágeno e a tendência é que a pele também tenha essa flacidez. Porém, existem outros procedimentos que conseguimos estar realizando para estimular o colágeno na região.

Entretanto, a Bichectomia não interfere nessa questão da flacidez.

Quais os riscos?

Os riscos são praticamente nulos, a região aonde fazemos a incisão do procedimento fica longe de nervos e artérias, então sempre quando vamos fazer algum procedimento cirúrgico, nós temos algumas margens de segurança para ele ser feito com segurança.

Leia mais  Dr Alexandre Morita explica sobre bioestimuladores

Para quem é indicado?

Ele é indicado na parte estética para deixar o rosto mais harmônico, pessoas que tem o rosto redondo e se sente incomodado e para pessoas que tem um trauma funcional para quem morde a bochecha na parte de dentro.
Então podemos dizer que se trata de um procedimento indicado para a parte estética e funcional.

Como e a recuperação?


A recuperação é tranquila, o paciente apenas tem que seguir algumas orientações em relação aos medicamentos, o repouso em relação a exercícios e cuidados na região.
Terá que ser feitas compressas geladas e a alimentação fria e gelada em determinado tempo, o paciente tem que ficar em torno de pelo menos 3 dias com esses cuidados e depois pode ser alimentação pastosa.
Entretanto, a recuperação é tranquila o paciente não sente dor alguma apenas tem que seguir o protocolo de medicação e orientação.

Font;

@dr.igortedesco