9 dicas para ganhar dinheiro e sair do vermelho

Gerando seu negocio em casa

As crises econômica e social no Brasil não tem prazo para chegar ao fim, e somadas a pandemia provocada pelo novo corona vírus, trazem incertezas para a vida de muitas famílias.

O aumento na taxa de desemprego, que já atinge mais de 14 milhões de pessoas, os baixos salários e a carestia de vida são os principais fatores de insegurança e dúvidas quanto à realidade presente e futura. 

Pensando nisso, reunimos neste artigo algumas alternativas para você que não sabe o que fazer para aumentar a renda e deseja sair do vermelho e, claro, garantir uma renda extra para driblar as dificuldades financeiras.

Diferenças entre renda extra e principal

Para começar, vamos entender melhor as diferenças entre renda extra e principal, mas para isso partiremos de uma analogia simples.

Digamos que você trabalhe no comércio e o seu salário mensal é de R $1500 – um pouquinho mais do que a média salarial da população brasileira em 2020 – esta é, portanto, sua renda principal ou ativa, a que tem origem no seu trabalho de maior relevância.

É com esta renda que você paga todas as suas despesas como o aluguel, alimentação, transporte, contas de água, luz, a dívida do novo eletrodoméstico que você comprou parcelado em 36 vezes e até aquela cervejinha do fim de semana. Esta renda precisa assegurar sua vida financeira no dia a dia.

Porém, ao final do mês, você percebe que todo o seu salário foi consumido e não sobrou nada, ou seus gastos foram maiores do que seus ganhos. Se isso acontecer, você precisa fazer uma renda extra.

E renda extra, é aquele dinheiro que você adquire por outros meios não necessariamente relacionados a seu trabalho principal, alguma atividade que você desenvolve nas horas extras para complementar a renda e não passar sufoco.

Como ganhar dinheiro sem CLT

Agora que você já entendeu a diferença entre renda extra e principal, vamos às dicas que reunimos para te inspirar e incentivar a começar um trabalho alternativo e garantir uma renda extra usando seus conhecimentos e habilidades.

Abrindo um negócio em casa 

Falando nestes termos, abrir um negócio em casa pode parecer algo complicado e difícil de realizar, mas não é. 

Há uma infinidade de coisas que você pode fazer para ganhar dinheiro. Organize sua rotina e reserve um tempo para se dedicar ao novo negócio. Veja algumas opções:

 

Faça marmitas, doces, salgados, lanches, etc.

E quem não adora comida? Você pode começar a preparar receitas fáceis ou mais elaboradas, dependendo de sua habilidade e oferecer para amigos, vizinhos, no trabalho, enfim, no seu círculo de conhecidos.

Não esqueça de pensar sobre os custos deste empreendimento, gastos com energia, gás, ingredientes, embalagem, etc. Tenha em mente que tudo isso tem que entrar na hora de precificar o produto final. Você pode começar com pequenas quantidades e testar para ver o que vende melhor.

Manicure e estética em geral

O ramo da estética nunca sai de moda, e muitas mulheres não passam um fim de semana sem fazer aquele tratamento de beleza especial. 

Se você gosta desta área e acredita que investir nisso é garantia de sucesso, vá em frente. Pode ser que você precise fazer algum investimento no começo, com cursos para aprendizado e/ou aperfeiçoamento para fazer unhas, cílios ou outro tratamento estético que deseje.

Comece a divulgar seus serviços para amigas, colegas de trabalho, suas vizinhas, nas redes sociais, etc. Se sua casa não tiver espaço para receber suas clientes, você pode pensar em oferecer os serviços na casa delas. 

Manualidades

Você ama artesanato e costura? Já pensou em aproveitar essa paixão para ganhar dinheiro?  

Reformar roupas, trabalhar com croché, tricô ou bordado, ou criar peças com feltro podem ser ótimas opções para ganhar dinheiro.

Iniciando um negócio online

Se sua preferência é abrir um negócio online, existem muitas alternativas, vamos conhecer algumas delas.

Abrir uma loja online

Você pode abrir uma loja online para vender os mais variados tipos de produtos, feitos por você ou não. Existem muitas plataformas para montar uma loja virtual e você também pode utilizar as redes sociais, como Facebook e Instagram, para comercializar.

  • Lembra da dica número 3? Que tal oferecer suas criações em uma loja online? 
  • Você pode reunir roupas, objetos, calçados ou livros que estão parados em sua casa e colocá-los à venda com um preço camarada.

Afiliado

Um afiliado é a pessoa que se dedica a divulgar produtos físicos ou digitais de outras empresas ou pessoas e ganhar uma comissão toda vez que uma venda for realizada.

Existem plataformas, como Hubspot ou Monetizze, que vão te auxiliar com tudo o que você precisa saber para começar.

Revenda de produtos

É possível se tornar parceira de grandes empresas como a Magazine Luiza e a Natura, por exemplo, e criar um espaço para vender os produtos que elas oferecem. Tudo isso inteiramente online.

E  claro, uma porcentagem de cada venda ficará para você. 

Atuando como freelancer

Você também pode oferecer serviços como freelancer, veja algumas alternativas. 

Trabalhando em eventos

Há a possibilidade de trabalhar em eventos como produtor ou organizador, usando seus conhecimentos para planejar,  e sistematizar, de maneira estratégica, conferências, palestras, feiras ou eventos online.

Aulas particulares

Caso você tenha conhecimento em alguma área, pode utilizá-lo para oferecer aulas particulares e cobrar um valor por isso. Veja exemplos:

  • Aula de idiomas, como inglês, espanhol e outros;
  • Reforço em disciplinas como Português e Matemática;
  • Aulas de arte.

Outros serviços avulsos

Há, também, outras possibilidades para trabalhos freelancer.  Listamos a seguir.

  • Redator de textos e artigos para web;
  • Tradutor;
  • Revisor de trabalhos acadêmicos, livros, publicações e outros escritos;
  • Design gráficos;
  • Editor de vídeos ou áudio.

Pense fora da caixa

Como você pode perceber, as opções são muitas e variadas, então, pense sobre aquela que mais se adequa a seu perfil e comece a trabalhar para colocar suas ideias em prática.

Seja curioso, estude, pesquise e, acima de tudo, seja criativo. Quando decidir qual será sua área de atuação, explore nichos, o desejo de seu público e todas possibilidades que vão garantir um retorno financeiro satisfatório para complementar a sua renda.

Leia mais  Programa Em Destaque traz dicas para quem trabalha com vendas