Drip Coffee: Especialista fala da arte de uma boa colheita e ensina uma receita especial

Cristiano Fiorezi, da Santa Maria Coffee, explica a arte de lidar com bons grãos e montar drinks

O Drip Coffee se tornou uma tendência nos últimos meses e com certeza vai permanecer para o próximo verão. Mas, para um bom café chegar a mesa dos brasileiros, ele passa por inúmeros processos, desde a sua colheita. Para explicar melhor sobre os processos e ensinar uma receita especial de “Espresso Martini”, convidamos o cafeicultor e empresário, Cristiano Fiorezi, da Santa Maria Coffee, que como ele mesmo explica: “mexo com café desde o meu primeiro dia de vida“.

Sua interação com o café vem de gerações. Tudo começou com os avós, depois passou para seu pai, que deu continuidade por muitos anos e agora a gestão está em suas mãos. “Tenho contato com o café desde antes de nascer, posso dizer que mexo com café desde o meu primeiro dia de vida e entendo do assunto, afinal amo a arte de lidar com café“, explica Florezi. 

Segundo Cristiano, o processo de colheita dos grãos influencia muito no produto final. O mais importante é não deixar o café ter contato com o solo na hora da colheita, este contato pode gerar uma fermentação não controlada afetando todo o processo, porém este cuidado vai além da colheita. A secagem do café requer muitos cuidados, quanto mais tempo de secagem, melhor. Vale lembrar que a variação climática das regiões podem interferir diretamente no produto final. Resumindo, todas as etapas são importantes e requer muito cuidado: da colheita à separação dos lotes. Na separação por bebidas, contamos com o apoio de João Luiz Oliveira Neto, um dos melhores classificadores de café do Brasil, que nos auxilia na busca da “joia” perfeita para a torra.  

Leia mais  Docente da ABT, Viviane Coutinho ministra curso de Formação Básica em Terapia Capilar no Rio 

O Drip Coffee é uma mono dose para ser filtrado, tendo todo o sabor e frescor do bom e velho café filtrado, essa ideia existe a tempos, porém, só agora o mercado está maduro o suficiente para ser lançado.

Após vários testes, a Santa Maria Coffee, chegou ao grão que mais agradou o paladar dos clientes, o grão moka, ” Achamos que esse grão deixou o drip mais doce e aromático”, destaca Fiorezi.

Para se refrescar nos dias quentes, Cristiano Fiorezi dá a receita de um delicioso Espresso Martini. Confira!

1 dose de licor de café
1 dose  meia de vodka
1 espresso
Bater bastante em uma coqueteleira com gelo
Servir em taça de Martini 

 

Mais informações: http://www.santamariacoffees.com.br/