Em meio à pandemia, Emilia Pedersen gera emprego para costureiras do Nordeste

Prestes a lançar sua linha de roupas, a dona do hit “Turn it Up” afirmou que essa é uma forma de ajudar no combate à Covid-19

Em tempos de isolamento social e quarentena, fica ainda mais complicado buscar uma recolocação no mercado. Pensando nisso, Emilia Pedersen, que se considera brasileira de corpo e alma, decidiu buscar meios para contribuir com o trabalho das costureiras do Nordeste. Após se apaixonar e comprar inúmeras bonequinhas confeccionadas por elas, a cantora, atriz, modelo e influencer dinamarquesa acabou recrutando-as para a linha de roupas que lançará em breve com o seu nome. A iniciativa ganhou força após a participação especial em uma das lives de sua “dinda”, como faz questão de se referir à madrinha, a conceituada designer alagoana Martha Medeiros, que fez da renda feita à mão sua principal matéria-prima.

Leia mais  Black Week Applebee’s® - 2018

Para Emilia, um trabalho temporário pode ainda abrir portas e resultar em indicações para outras oportunidades. “A paralisação de diversas atividades econômicas causou o desemprego de muita gente. Por isso, quis colocar esse meu projeto em ação quanto antes”, assegurou a artista, reforçando que as profissionais de corte e costura estão produzindo as peças diretamente de suas casas e que o verão e o clima praiano, que dominam boa parte do Brasil, são as principais motivações para a coleção.