Jovem negro que ficou quatro meses preso injustamente é absolvido: “Lutamos por ele”, diz advogado

Morador de uma comunidade, Diogo teve que esperar meses por justiça

No dia 24 de outubro de 2020, por volta das 16h15min, Diogo morador de uma comunidade na divisa Santo André,  foi preso acusado de ter roubado duas motos – uma delas, pertencente a uma mulher que mora no bairro Jardim Elba, São Paulo.

Segundo a acusação, Diogo estava com outro indivíduo não identificado, e ambos teriam entrado na residência,  roubado a moto Yamaha/Fazer 250 que estava na garagem.

Os advogados do acusado, Renan Buzzetto e Victor Araújo Silva, em entrevista deram detalhes sobre como tudo aconteceu.

“Diogo estava em sua casa assistindo TV com a namorada quando foi solicitado por policiais que saísse para uma averiguação”, contou Renan.

Victor Araújo Silva, também advogado do acusado, relatou que seu cliente foi questionado sobre as motos, e que informou aos policiais que não sabia de quem era e nem quem as deixou no local.

“Roubaram duas motos e abandonaram à duas casas abaixo”, disse Victor Araújo, advogado.

Leia mais  Conheça o empresário e produtor musical Venício Bacelar Costa

Renan Buzzetto contou que mesmo sem qualquer envolvimento com o roubo das motos, Diogo foi levado para a delegacia onde acabou preso, injustamente, por quatro meses.

Os policiais informaram que apreenderam a moto com o réu, o que foi desmentido pelas testemunhas. Com a prisão de Diogo, a família do jovem que mora em uma comunidade se desesperou e procurou os advogados para provar sua inocência.

As testemunhas de defesa foram claras e fundamentais para que Diogo fosse absolvido. Ao analisar as circunstâncias e falta de provas contra ele, o representante do Ministério Público pugnou pela absolvição.

“Lutamos por justiça, e conseguimos provar que nosso cliente era inocente”, disse o advogado Renan Buzzeto.

“Fizemos o melhor para provar sua inocência. Diogo é um jovem que mora em uma comunidade, é negro, e já vive preconceitos no dia a dia.  Agora ele está com a família e isso é o mais gratificante”, finaliza Victor Araújo Silva.    Instagram @buzzetto_araujo_advogados