Médico nutrólogo Dr Alexander Gomes de Azevedo inicia tratamento especializado com autismo na Paraiba

PROGRAMA DE TRATAMENTO ESPECIALIZADO PARA PESSOAS COM AUTISMO – “PROTEA”- EM CIDADES DO INTERIOR.

Um projeto inédito no Brasil se propõe a melhorar a saúde e a qualidade de vida de pessoas com autismo em cidades do interior do Brasil. A “interiorização” do tratamento para pessoas com autismo é fundamental para levar mais dignidade para esse público e seus familiares. Atualmente, o tratamento para o autismo no Brasil consiste em terapias comportamentais e medicamentosas, esquecendo quase que completamente da terapia nutrológica/nutricional, que é fundamental para o sucesso do tratamento de qualquer doença ou transtorno.
O Programa pretende implementar um tratamento completo para pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA), residentes nos municípios Paraibanos de Juripiranga, Itabaiana, Pedras de Fogo, Salgado e São Felix e Gurinhém, que como outros pequenos municípios do interior do Brasil não possuem esse tipo tratamento.
Os municípios se reuniram e firmaram um contrato com o IAA para que o mesmo ministrasse cursos de capacitação para o Tratamento Global e Especializado para pessoas com Autismo, além de promover o atendimento com médico nutrólogo para esse público. O tratamento global consiste na associação de terapias comportamentais (terapeutas ocupacionais, psicólogos, fonoaudiologistas, entre outros profissionais), com a terapia nutrológica/nutricional (médico nutrólogo e nutricionistas).

O problema
• O autismo é um transtorno do neurodesenvolvimento, mais conhecido como Transtorno do Espectro Autista (TEA). O autismo não tem cura, mas tem tratamentos que visam melhorar os sintomas e a qualidade de vida do paciente e da sua família. O indivíduo com TEA tem comprometimento nas áreas da comunicação, comportamento e interação social;
• Existe uma falta de interesse de se comunicar e interagir com os outros, com tendência ao isolamento;
• No comportamento: agressão, automutilação, choro, falta de contato visual, gritos, hiperatividade, imitação involuntária dos movimentos de outra pessoa, impulsividade, interação social inadequada, irritabilidade, movimentos repetitivos, repetição de palavras sem sentido, repetição sem sentido das próprias palavras ou repetição persistente de palavras ou ações.

Leia mais  Yurgan Barret oferece gratuitamente reconstrução de aréola através de tatuagem hiper-realista em mulheres mastectomizadas

O problema é que a grande maioria das pequenas cidades do interior do Brasil não possui nenhum tratamento para os autistas, devendo os pais se deslocarem semanalmente a uma grande cidade para conseguir algum tratamento para o seu filho, que nem sempre é o ideal. Os autistas também ficam muito estressados e agitados por conta dessas viagens semanais, o que provoca ainda mais sofrimento para o responsável (pai ou mãe) que o acompanha.
O ideal é que todas as cidades do País ofereçam um tratamento global e especializado para o autista.
Esse programa que será disponibilizado em 5 cidades da Paraíba, teve início na cidade de Juripiranga no dia 29 de junho com o atendimento nutrológico realizado pelo idealizador do projeto, Dr. Alexander Gomes de Azevedo, médico nutrólogo, que é Presidente do Instituto de Assistência das Américas (IAA), entidade sem fins lucrativos responsável pela execução do mesmo. O projeto consiste em atendimento com médico nutrólogo e nutricionistas, além de capacitação dos profissionais de saúde dos municípios pelo neuropsicólogo Professor Dr. Facion, para a realização das terapias educacionais/comportamentais por psicólogos, fonoaudiólogos e terapeutas ocupacionais. A associação dessas terapias tem como objetivo melhorar a qualidade de vida dos autistas e da sua família, e será o primeiro projeto dessa magnitude no Brasil. Além dos cursos e do atendimento nutrológico, o Instituto fará o acompanhamento dos profissionais de saúde por um período de 6 meses, inicialmente.
As pessoas com autismo farão um tratamento completo com uma equipe multiprofissional e especializada, no próprio município, que oferecerá inclusive os suplementos alimentares necessários para o sucesso do tratamento.