Nota Oficial – Sindepat e Adibra

Hoje, segunda-feira, 23 de março, como não poderia ser diferente, todos os parques temáticos, aquáticos e as atrações turísticas, associados ao SINDEPAT (Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas), bem como os parques itinerantes, associados à Adibra (Associação das Empresas de Parques de Diversão do Brasil), interromperam suas atividades.

As mudanças foram drásticas e rápidas. Há cinco dias, quando entidades hoteleiras, de parques e de entretenimento turístico enviaram uma Carta Aberta ao Governo Federal alertando para o estado dramático do setor, ainda tínhamos cerca de 50% dos estabelecimentos abertos. Hoje não temos nenhum. Por isso, insistimos que essa não é uma questão de prejuízo, mas de falência.

Leia mais  Confederação Nacional de Síndicos (CONASI) realiza Encontro Nacional de Síndicos em Campo Grande (MS)

Vemos em fatos, com todos os estabelecimentos fechados, o quão fundamental é o apoio do Governo para a sobrevivência do setor, que precisa de ajuda imediata para manter os empregos de seus colaboradores – cerca de 400 mil em todo o Brasil. Nós, do SINDEPAT e da Adibra, garantimos seguir empenhados na luta pela ajuda real ao setor e aos problemas que estamos enfrentando, como um dos segmentos mais prejudicados pela crise, em função da COVID-19.