O que você não pode deixar de saber sobre o Futuro do Trabalho por Paulo Alvarenga (P.A.)

O que mais chamou a atenção de líderes e empresas em 2020 foi a preocupação em relação ao futuro e às principais competências que ainda precisam desenvolver para seguirem competitivas no mercado.

Este é um tema que eu como líder tenho ouvido bastante, principalmente de outros líderes e, também de profissionais, que têm pedido orientação em relação ao trabalho.

Grande parte das pessoas sentem medo em relação ao futuro. Por conta da pandemia, a ansiedade e insegurança sobre como se preparar para algo que ainda é incerto também é muito grande.

Existem dúvidas e receio de que algumas profissões deixem de existir, cedendo espaço para automação.

Ao mesmo tempo, muitos profissionais sentem dúvidas de quais competências e habilidades precisam desenvolver.

E, de qual futuro estamos falando? 

O Futuro é agora! Já conseguimos enxergar uma mudança significativa dos modelos de trabalho. Muitas empresas aderiram ao home office, algumas venderam seus escritórios e não pretendem mais voltar ao modelo físico, enquanto outras passarão para o modelo híbrido.

O mercado também está se adaptando cada vez mais, inclusive nos modelos de contratação. O que vemos muito nesse cenário é empresas optando por profissionais temporários como freelas, para projetos específicos e altas demandas.

E o que isso significa do ponto de vista profissional?

Antes, os profissionais não tinham poder de escolha, e estavam cem por cento com a empresa. Agora o jogo virou, e é o profissional que pode escolher qual modelo de contratação prefere: integral, remoto, físico, projetos permanentes, que o permitem ter maior flexibilidade em suas escolhas.

Vale sempre relembrar que tais quebras de padrões não estão acontecendo em todos os setores. Alguns setores estão mudando de forma gradual. Os setores mais flexíveis como os de tecnologia têm se intensificado ainda mais diante dessa nova realidade.

Leia mais  Setembro Amarelo: Pandemia deixa distúrbios psicológicos menos escondidos embaixo do tapete

 

Outras mudanças que podemos enxergar com ainda mais nitidez, são os novos modelos de vagas, que permitem que o trabalho seja totalmente remoto, cenário que nunca se viu no Brasil, pois não tínhamos uma cultura de Home Office.

Hoje, é normal as pessoas estarem morando em estados diferentes e até países diferentes e estarem trabalhando juntas na mesma empresa e, isso, claro, tem ajudado as organizações a atrair talentos com mais rapidez.

Por outro lado, há uma concorrência ainda maior entre os candidatos..

Com essa questão do trabalho remoto, as construções de relação de confiança estão se tornando cada vez mais importantes e testadas a todo momento.

Seja entre os colaboradores, gestores ou líderes e, com isso, a importância de termos profissionais transparentes é imprescindível.

O que mais consome líderes e liderados é o desenvolvimento de habilidades e competências sócio-emocionais

O aprender a aprender é uma das habilidades mais faladas nos últimos tempos. Tivemos que nos adaptar a tantas mudanças ao longo de 2020 e aprender a se adaptar ao novo foi muito importante, o que deve permanecer em 2021. E por quê?

A tecnologia vai acelerar ainda mais as mudanças, se ontem era necessário desenvolver uma habilidade X, amanhã já será outra. Trata-se de desconstruir, para construir.

E a liderança também passa por essa desconstrução, líderes tentam cada vez mais se tornarem líderes inspiradores.

E você, está preparado para o Futuro do Trabalho?

Conheça a Formação da Inteligência Emocional e desenvolva as habilidades e competências mais competitivas do mercado.

Acesse: https://mastersoul.com.br/formacaoeminteligenciaemocional .

 

Abraços,

 

Paulo Alvarenga (P.A.)

CEO & Founder da Mastersoul