Visando atrair mais investidores estrangeiros, agência imobiliária carioca passa por reformulação

A RIOException vai apostar em visitas virtuais e focar em operações de marketing no exterior

A agência imobiliária RIOException, referência no setor de imóveis de alto padrão no Brasil, está passando por grandes reformulações.  

“Estamos fazendo o rebranding total da RIOException, do logotipo até o site, passando pelas redes sociais. E de segmento, acredito que isso seria a maior mudança. Queremos ser a referência e líder do mercado, não como imobiliária de luxo, que já tem muito, e nao tem como se destacar mais… Seria mais como um arte de viver à brasileira, isso faz sonhar, uma agência virada mais como ‘uma crônica carioca’, para mostrar o melhor do brasil pelo mundo. É isso que queremos fazer e trazer aos estrangeiros, e fazer eles viajarem e criar sonhos nas cabeças deles”, disse Benjamin Cano, sócio da agência imobiliária. 

A reformulação faz parte da estratégia da consultoria para acompanhar as mudanças no mercado imobiliário nos últimos anos, principalmente por causa da pandemia. A RIOException também irá investir em visitas virtuais e até deixará de ter um escritório físico. 

“Acompanhar o mundo de hoje, a pandemia, os desafios do mundo moderno com meio ambiente e o clima, deu muito para refletir e queremos ser uma empresa mais responsável, mais consciente. Por isso, deixaremos de ter escritório, não teremos mais equipe fixa com secretária e telefone fixo, estaremos 100% em home office, usando ferramentos novos de vídeo conferência, acesso direto com ferramentas novas de hoje como business whatsapp, IG, facebook page, Twitter, visita virtual para evitar que os clientes entrar no avião, investir em filmes para ter melhor visão dos imóveis etc… E vou guardar umas surpresas também”, conta. 

Leia mais  QUANTO VALE?

Atrair mais investidores estrangeiros também está nos planos da consultoria. A empresa deixou de fazer operações de marketing no mercado nacional, focando no mercado internacional. 

“A RiOException deixou de anunciar e de fazer operações de marketing no mercado interno brasileiro desde junho porque não estava dando retorno, então focamos no mercado de investidores estrangeiros. Hoje, 60% das nossas vendas são realizadas através das nossas redes sociais! Uma novidade que não podemos deixar de lado e sobre a qual precisamos focar com muito carinho e criatividade”, finaliza.

Na foto Benjamin Cano e o marido e sócio Louis Plánes 

Créditos Sérgio Baía 

Locação  Intown Arquitetura