Ana Estela, psicoterapeuta faz alerta sobre quadro de ansiedade profissional

No mundo corporativo a competitividade vem gerando o aumento da ansiedade. Essa é uma doença que vem afetando milhares de pessoas em todo o mundo.

” Dados da OMS/OIT demonstram que, em todo o mundo, 301 milhões de pessoas conviveram com a ansiedade e 208 milhões com depressão, enquanto o último mapeamento global de saúde mental feito pela OMS revelou que o Brasil tem a maior prevalência de ansiedade, com 9,3% da população sofrendo do transtorno. Já o Relatório Anual do Estado Mental do Mundo, encomendado pela Sapien Labs, divulgado em março de 2023, mostra que o Brasil ocupou o terceiro pior índice de saúde mental em um ranking que contou com 64 países habilitados para a internet, ficando abaixo apenas da África do Sul e do Reino Unido. Segundo o estudo, 33,5% dos brasileiros, ou seja, uma a cada três pessoas, relataram diversos sintomas relacionados a transtornos mentais.”

 

Observando os dados vemos que esse transtorno vem assolando de forma drástica a vida das pessoas e que é de suma importância saber controla-lo.

 

“Estima-se que 12 bilhões de dias de trabalho são perdidos anualmente por causa da depressão e da ansiedade, custando à economia mundial quase 1 trilhão de dólares. Os dados são do relatório “Diretrizes sobre Saúde Mental no Trabalho”, publicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em setembro de 2022, e confirmam a necessidade de se trazer o debate ainda mais à tona.”

É importante estar atento a rotina e as demandas (pressão) que são colocadas sobre a responsabilidade dos funcionários. Ter um estilo de vida em equilíbrio é um dos fatores importantes para ter uma vida pessoal e profissional livre de ansiedade.

No ambiente corporativo a ansiedade pode advir de diversas causas e as principais são: preocupação excessiva, prazos apertados e excesso de responsabilidade. Devemos estar atentos a cada um desses pontos, pois com o passar do tempo eles podem afetar o rendimento profissional e afetar a qualidade de vida.

Ao falar de prazos apertados, eles naturalmente são capazes de trazer uma sensação de ansiedade. Mas, ao falarmos de questões corriqueiras, entendemos que as mesmas dificilmente podem ser capazes de criar algum efeito negativo na saúde mental de uma pessoa que é saudável.

Em contrapartida, se os prazos apertados acontecerem repetidamente e com frequência, aí sim, pode gerar um desenvolvimento de um quadro de transtorno de ansiedade e essa pode passar a predominar a vida das pessoas e em pouco tempo sem buscar ajuda, pode passar a um quadro crônico.

É imprescindível ter atenção com a preocupação demasiada. No ambiente de trabalho é comum as pessoas ficarem preocupadas com o seu futuro dentro do quadro de funcionários e também com o seu futuro no mundo corporativo.

É importante o indivíduo que sofre com preocupação excessiva no trabalho buscar ajuda afim de que seja entendido se esse indivíduo também sofre dessa mesma questão em outras áreas da vida.

Ficar atento (a) em quais os momentos em que a preocupação se instaura facilitará a avaliação do caso.

Leia mais  Conheça a Hipnoterapeuta Débora Diniz

Um outro campeão que devemos citar é o excesso de responsabilidade no trabalho. Esse é um quadro que leva a uma ansiedade crônica quando não vigiado.

Profissionais que unem muitas funções ou que precisam estar gerindo várias pessoas ao mesmo tempo em sua rotina diária, infelizmente são fortes candidatos a desenvolverem um transtorno de ansiedade.

Quando está em uma profissão que oferece risco, estes deparam-se com possibilidades ainda mais reais. É imprescindível que este profissional tenha um acompanhamento profissional psicológico, seja qual for a função que desempenha.

Como é sabido a ansiedade tem um vínculo muito forte com a escolha do estilo de vida. Mesmo que existam fatores como genética, tipos de personalidade, sexo ou gênero, traumas que facilitam o desenvolvimento da doença, os hábitos ainda são muito importantes e determinantes para o aparecimento e agravamento do transtorno de ansiedade.

Dessa forma é de suma importância gerir a sua rotina para eliminar os riscos de ser afetado (a) como milhões de pessoas, em especial quando se fala da rotina de trabalho.

Quando se trabalha durante longas horas de forma ininterrupta, entende-se que o rendimento profissional e a saúde das pessoas podem ser afetados. É indicado ter pequenas pausas e certamente elas lhe darão mais disposição para enfrentar o dia a dia.

No ambiente de trabalho não existe nada pior do que estar imerso em um monte de tarefas que terão que ser realizadas durante o dia e não saber por onde começar. Sabemos que no mundo corporativo isso é muito comum, em especial qual a pessoa assume a cadeira de um cargo que traz a responsabilidade de gerir o seu trabalho e o trabalho de outros colaboradores.

A dica de ouro é que seja feita uma lista de tudo é que precisa ser feito por ordem de importância, só assim você conseguirá aliviar seu estresse e aumentará a sua produtividade, tendo a sua ansiedade diminuída, pois dessa forma terá um maior controle sobre o que é mais importante de ser resolvido.

Um outro vilão da ansiedade no trabalho é a procrastinação. Sabemos que todas as pessoas em algum momento da vida protelam algo, mas assim como a ansiedade, quando procrastinamos muito estamos criando um fantasma que vai nos “assustar” e gerará mais estresse e consequentemente mais ansiedade.

Para resolver a procrastinação é importante ter um local de trabalho organizado e criar um hábito que aumente a sua eficiência na função que você exerce.

Como falamos acima a mudança de hábitos é de suma importância para uma vida menos ansiosa e fazer atividade física é um hábito capaz de diminuir o estresse, os seus níveis de ansiedade e melhora de forma exponencial a sua saúde como um todo, bem como lhe dará mais disposição para enfrentar a sua rotina de trabalho.

Procure um esporte que se goste e pratique. Tenha certeza que você verá muito rapidamente os lindos resultados no que tange a sua qualidade de vida.