Como lidar com os afazeres profissionais e cuidar da mulher que existe em você?

Seja ou não na pandemia, a mulher tende a assumir um posto de multitarefa e se esquece de uma pessoa muito importante: dela mesma

De acordo com uma pesquisa Datafolha, 64,5% das mulheres estão se equilibrando entre os diversos afazeres durante a pandemia com o home office.

Nomeada como “Sem parar: o trabalho e a vida das mulheres na pandemia”, o levantamento aponta que mais do que nunca elas passaram a cuidar dos demais, com 80,6% apoiando outro familiar, 24% um amigo e 11% algum vizinho.

E nesse contexto todo, como fica ela mesma?

Quase 65% das brasileiras estão em home office durante a pandemia

A psicóloga Ellen Moraes Senra lembra que esse costume do cuidado não é algo pontual, mas sim histórico, com a mudança de que hoje ela também se enxerga nessa questão toda.

“Antigamente a mulher tinha como obrigação cuidar da casa e da família, o cuidar de si não entrava no cronograma feminino, embora algumas questões estéticas lhe fossem exigidas. Já a mulher atual se vê na obrigação de cuidar de si mesma como um ponto referencial de bem-estar, mas também de sentir que se encaixa nos padrões sociais”, conta.

Entretanto, a profissional ressalta que as mulheres ainda cometem o grave erro de se anular diante de tantos papeis desempenhados em sua rotina, se esquecendo dela mesma, sentindo-se culpada quando tira um pequeno tempo para se cuidar ou mesmo ficar à toa, extinguindo momentos de autocuidado que seriam cruciais.

Cuidar de si mesma é essencial

A visagista Aline Vieira, diretora do Studio Beauty Bar, explica que muitas mulheres não sabem que ao deixar seus cuidados pessoais de lado, vão aos poucos minando sua autoconfiança e autoestima. E que pode isso vai refletir futuramente na forma que ela se relaciona em casa e se comporta diante da sociedade.

“Quando a mulher está confiante com sua imagem, isso se reflete até mesmo em sua produtividade no trabalho e na forma com que ela enfrenta os problemas do dia a dia”, alerta.

Leia mais  Sucesso em Alphaville : Pizza com qualidade e preço junto

Sendo assim, ela sugere que seja em casa ou num lugar apropriado, a mulher se cuide. Pode ser um tratamento caseiro enquanto faz o home office ou os afazeres domésticos, uma ida ao salão para um procedimento estético, um tempo para a leitura ou o seriado, enfim, algo que seja da escolha dela mesma.

“Você,  mulher,  mãe,  merece esse cuidado.  Cuidar da sua imagem e de você é um ato de carinho e zelo por si mesma”, destaca Aline.

Mulher: como conseguir esse tempo para você?

Ellen sugere que seja estipulada uma rotina, pois muitas mulheres acabam fazendo o que não é essencial ou o que poderia ser delegado.

20 minutos por dia é um começo para que a mulher tire um tempo para ela

“O essencial vai variar de família para família e não há como ditar isso, mas algo bacana é fazer uma lista de tarefas, assim é possível controlar o que não pode deixar de ser feito e o que pode ficar para depois sem trazer prejuízos. Geralmente, quando se faz além do necessário, pode ser uma necessidade de atender expectativas alheias, o que nem sempre é o ideal”, explica.

Segundo a psicóloga, ao menos uma vez ao dia, mesmo que por 20 minutinhos, seria ideal que a mulher tivesse um momento em que pudesse pensar nas próprias necessidades sem sentir culpa e, a partir daí, isso se tornar uma constante.

“Tenha em mente que não cuidar de você mesma pode fazer com que você adoeça. Se eu estou sempre preocupada com o trabalho, com a casa, com os filhos, naturalmente não me sobra tempo para cuidar da minha saúde física e mental, então, às vezes nem tendo esse tempo para fazer o check-up de rotina, a longo prazo pode trazer consequências bem mais severas. E ninguém quer isso, né?”, finaliza Ellen.