Entenda como o LinkedIn pode gerar valor para as empresas

Tita Legarra, sócia da Fábrica de Criatividade, diz que a ferramenta pode potencializar o networking e trazer novos negócios com mais rapidez

Fundado nos Estados Unidos, em 2002, o LinkedIn possui hoje mais de 560 milhões de usuários em cerca de 200 países. No Brasil, já são mais de 40 milhões de profissionais conectados ao LinkedIn. Nesse sentido, é considerada a maior e principal rede social corporativa na atualidade. A plataforma é utilizada para otimizar o networking profissional e o desenvolvimento de carreiras, possibilitando que profissionais busquem oportunidades de emprego, assim como empresas ofereçam vagas e busquem talentos.

Com números tão expressivos e uma credibilidade cada vez maior, é inegável a importância do LinkedIn como um poderoso gerador de networking global e uma valiosa ferramenta para a seleção e contratação de executivos e gestores, sobretudo. Mas não é somente isso.

Ao utilizar o LInkedIn corretamente, ambos profissionais e empresas podem gerar grande valor e credibilidade para seus negócios. E, pensando nesses aspectos, a jornalista e especialista em Economia e Gestão da Sustentabilidade, Cecília Seabra, vai ministrar a palestra “Linkedin: Reputação, Credibilidade e Negócios”, na Fábrica de Criatividade.

O evento vai acontecer no próximo dia 21 de setembro, às 17h50. A speaker vai apresentar as maiores vantagens da presença no LinkedIn para as organizações, além de dar dicas de como se posicionar corretamente no ambiente virtual.

Leia mais  Raffa na Brasa fala de suas experiências em palestras

Segundo Cecília, “quem não está lá, está perdendo oportunidades. Seja uma companhia que precisa atrair e contratar talentos, seja um profissional em busca de (re)alocação no mercado. Da mesma forma, a empresa pode se valer destas relações para ampliar suas vendas e gerar ainda mais valor agregado ao seu negócio, de forma direta, extremamente segmentada e qualificada. Enfim, o LInkedIn permite esta interação, que agrega valor nas relações e no posicionamento estratégico das organizações e dos indivíduos”.

A especialista destaca ainda que, ao contrário do Instagram, do Tik Tok, e outras redes sociais, o Linkedin é uma plataforma de relacionamento e de networking. As trocas que acontecem ali dentro são extremamente focadas no mercado de trabalho, incluindo debates de temas interessantes e importantes para as empresas, mensagens diretas ou conversas entre pessoas. “Todo mundo que está ali dentro tem um objetivo profissional. Seja aprimorar a carreira, gerar credibilidade ou alavancar negócios. Quem não está dentro dessa rede está perdendo”, finaliza Cecília.