*Especialistas explicam porque celebridades como Luva de Pedreiro

_”O Brasileiro foi nascido e criado na cultura da novela e gosta de acompanhar o dia-a-dia das pessoas”, afirma Bernardo Pontes_

Quais os motivos que levam celebridades do mundo digital a terem mais seguidores do que entidades e clubes centenários? Apenas para citar um exemplo, o influencer Luva de Pedreiro, que caiu nas graças de jogadores e fãs do mundo inteiro com suas postagens batendo faltas com perfeição em um campo de terra batido, no interior da Bahia, possui 41 milhões de inscritos. Já a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) tem menos da metade desses números, em torno de 19 milhões de seguidores.

“O Brasileiro foi nascido e criado na cultura da novela. Gosta de acompanhar o dia-a-dia das pessoas, de saber o que ela come, o que faz, quem são os amigos, como é o pai, como é a casa. No Brasil, tem muito esse conceito de celebridade. E na CBF, no caso, a geração de conteúdo é sazonal. Então, quando não tem jogo, convocação ou questões quentes de seleção, acaba perdendo o apelo”, afirma Bernardo Pontes, consierado um dos principais especialistas em marketing de influência do país.

Sócio de Whindersson Nunes na Alob Sports, empresa especializada nesta área, e que atua no segmento aproximando marcas de agentes no esporte, como Gillette, Ambev, Adidas, Premiere e McDonald’s, do também influencer Negrette, e de atletas e ex-jogadores, entende que essa questão é cultural e está enraizada no DNA do brasileiro, ele entende que o ‘fenômeno Luva de Pedreiro’ atingiu essa patamar pela explosão global.

“Ele passou a ser visto por fãs de todo o mundo, que se identificaram com ele muito rapidamente. Atrelado a isso teve o papel de jogadores de futebol, filho de atletas, como do Cristiano Ronaldo, por exemplo, que passaram a imitar e gravar vídeos do Luva. O bordão dele pegou, todo mundo falou, e então as pessoas se perguntaram ‘quem é esse cara’. Começaram a seguir e deu no que deu”, complementa.

_Os mais seguidos_

*Luva de Pedreiro: 41 milhões*

Instagram: 18.4 mi

Twitter: 1.1 mi

Youtube 1.9 mi

Tik Tok: 19.6 mi

*Fred e Desimpedidos: 32,3 milhões*

Instagram Fred 9.1 mi

Instagram Desimpedidos 6.3 mi

Twitter Fred: 655 mil

Twitter Desimpedidos: 2,5 mi

Youtube Desimpedidos: 9.2 mi

Tik Tok Fred: 2.9 mi

Tik Tok Desimpedidos: 1.6mi

*CBF: 18,7 milhões*

Instagram: 11.5 mi

Twitter: 5.4 mi

Youtube: 1.5 mi

Tik Tok: 22.9 mil (CBF TV)

18,7 milhões

*Flamengo: 36,4 millhões*

Instagram: 14,9 mi

Leia mais  Com Diego Brandão, novos empreendedores fortalecem seus ganhos no marketing digital

Twitter: 9,6 mi

Youtube: 6,5 mi (Fla TV)

Tik Tok: 5,4 mi

O youtuber Fred, do canal Desimpedidos, era o influenciador brasileiro com mais seguidores nas redes sociais antes do aparecimento do Luva, com mais de 32 milhões de seguidores (somadas as contas dele e do canal Desimpedidos).

Entre os clubes brasileiros, também com algumas de suas contas criadas há mais de dez anos, o Flamengo atingiu a marca de 36 milhões de inscritos, muito em razão do crescimento da Fla TV e do Tik Tok nos últimos anos.

Ainda que fique bem distante do Luva, a CBF conquistiu em meados deste ano quase 5 milhões de novos fãs, de acordo com estudo realizado pelo Ibope Repucom registrando dados dos últimos dois anos.

Entre as plataformas da CBF que mais cresceram, estavam o Instagram, com 3,6 milhões de novas inscrições, e o Twitter, com 603 mil.

“Não acho que o Luva de Pedreiro e a CBF sejam exatamente comparáveis, mas esses números falam muito sobre o que se prefere consumir de conteúdo nos dias atuais. Isso pode ajudar a entidade a pensar na necessidade de buscar novas formas de se conectar com o público mais jovem e que consome esse tipo de assunto a partir do futebol”, acrescenta Armênio Neto, executivo em novos negócios do esporte.

Ainda assim, Iran Ferreira, o Luva, segue imbatível na frente mesmo tendo anunciado uma pausa na produção de seus conteúdos, há cerca de uma semana. A alegação do influenciador, que apagou todos os vídeos de sua principal rede social, o Instagram, é a de que ele queria ‘viver vida normal”. Nos dias seguintes a esse anúncio, ele disse que cumpriria todos os contratos com seus patrocinadores e que voltaria mais forte.

Neste último domingo (18), Luva de Pedreiro foi convidado pelo Palmeiras e a presidente Leila Pereira a assistir a vitória do Verdão por 1×0 sobre o Santos, no Allianz Parque. Após o confronto, ele ficou no vestiário e tirou fotos e se encontrou com os atletas palmeirenses.

Para o especialista Bernardo Pontes, o maior desafio do influenciador neste momento é entender as necessidades desta nova fase profissional.

“As coisas aconteceram muito rápido na vida dele, a dinâmica mudou da noite para o dia, de repente numa velocidade em que ele não estivesse preparado. Além da criação do conteúdo, que é diária, o influenciador também passa a ter uma série de obrigações e compromissos quase que 24 horas, e até em razão disso também passa a ser julgado”, finaliza.