Por que usar madeira plástica ou WPC em projetos é uma decisão no presente, para garantia de futuro.

Profissionais explicam a importância do uso do material e como eles serão reconhecidos no futuro.

Quem é da área de construção, arquitetura e paisagismo já deve ter se deparado ou ao menos ouvido falar da madeira plástica e madeira WPC como uma alternativa mais sustentável à madeira comum.

A escolha arquitetos em fundamentar todos seus projetos arquitetônicos em conceitos de sustentabilidade, é cada dia mais uma decisão inadiável. Por isso notamos nas principais obras e desenhos dos maiores nomes do Brasil e do exterior, o uso de madeira plástica ou madeira WPC. Isso por conta da alta credibilidade do material que agrada as mais altas expectativas dos profissionais e a preocupação plena com o mundo que será entregue para as futuras gerações.

Mais do que oferecer magnitude em design, elegância e custo benefício os profissionais optam nos últimos anos por projetos que estejam alinhados a um desenvolvimento sustentável do planeta. Mas, afinal o que é de fato um desenvolvimento sustentável?

De acordo com a comissão mundial sobre meio ambiente e desenvolvimento, criada pelas Nações Unidas: “A definição mais aceita para desenvolvimento sustentável é o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações. É o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro.”

Para que compreendam melhor os princípios necessários a uma postura profissional mais sustentável, os profissionais devem aceitar a finitude dos recursos naturais, e a busca por tecnologias que ajudem a preservação destes recursos, que vai ao encontro de um planejamento eficaz mediado pela preocupação ambiental. E dentre estas tecnologias uma das mais utilizadas nos últimos anos tem sido a madeira plástica e madeira WPC.

Segundo Eduardo Aparecido diretor comercial da Star Deck, é importante que o cliente se certifique se a empresa trabalha dentro das certificações necessárias e ressalva: “É muito importante ter acesso às amostras dos produtos. Para avaliar a estética, textura e o comportamento do material com temperatura, água, sol, etc. Além disso, vale a pena pesquisar o histórico, checar clientes anteriores e verificar se é um produto nacional: e se a madeira perder a cor? Há garantias? E se empenar, será substituída?”, explica.

Leia mais  Empresário, Educador e cabeleireiro Bruno Rupf proporciona crescimento de profissionais e empresas da beleza aquecendo a economia do setor

Madeira Plástica e WPC, tecnologia a favor do meio ambiente

Para termos uma ideia aproximada do impacto que a madeira plástica pode ter no meio ambiente, a cada 30m2 de madeira plástica Star Deck, uma árvore grande adulta é preservada e cerca de 180 mil sacolas plásticas são retiradas da natureza. Os números impressionam e os investimentos na área de tecnologia e sustentabilidade pelos empresários da marca, são constantes.

Além da reciclagem de resíduos industriais que poderiam ser descartados no meio ambiente, a empresa cria parceria com profissionais da área para substituir a madeira natural em diversas aplicações e contribuir para a preservação de nossas florestas, ainda mais neste período de desmatação das florestas em estágio crítico.

Com a madeira plástica, os arquitetos, urbanistas contribuem para um mundo melhor e ainda agregam em seus projetos as seguintes vantagens:

Durabilidade (estimativa de vida do produto é de 80 anos)
Sem manutenção.
Fácil limpeza. Pode ser feita com água e sabão.
Resistência as intempéries, umidade e maresia.
Imunidade as pragas.
Segurança para as crianças pois não solta farpas e tem baixíssima dilatação.
Baixo custo a médio e longo prazo.
Não propaga chamas
Resistência aos raios U.V
10 anos de garantia
“Muita gente esquece de investigar se o produto possui o certificado de garantia em seu contrato de compra. É nele que constam as coberturas oferecidas pelo fabricante e os prazos de cada uma delas”, explica. E por último, é importante lembrar que “madeira plástica ou madeira WPC não é tudo igual! e confira se a mão de obra/serviço é própria ou terceirizado”, e finaliza.