Três pratos para os fãs de gastronomia se deliciarem nos estádios

A comida regional têm ganhado cada vez mais destaque nos estádios do país com sabor e tradicionalidade

Que estádios tem se tornado grandes centros gastronômicos isso não é nenhuma novidade. A tendência que se popularizou ao redor do mundo, ganhou não apenas os amantes da gastronomia, mas também do futebol por meio de um cardápio que abrange a culinária regional, rica em história e sabor. Pensando na variedade de receitas e nos mais diversos paladares, selecionamos três estabelecimentos que qualquer fã de gastronomia deve conhecer quando for visitar algum desses estádios. Confira abaixo as indicações.

Tropeiro – Arena MRV

O tropeiro talvez seja um dos primeiros pratos que venha na memória das pessoas quando se fala em comida mineira. Pensando nisso, a Arena MRV, nova casa do Clube Atlético Mineiro, trouxe as tradições de Minas Gerais para dentro do estádio. 

Entre as novidades, se encontra o Bar da Dona Alice. O nome é uma homenagem à madrinha do clube, Alice Neves, responsável há 115 anos por incentivar um grupo de jovens a criar o clube de futebol, e tem como especialidade o típico prato mineiro. O estabelecimento é gerenciado pela GSH Live, empresa conceituada de catering, que está comandando o serviço de alimentos e bebidas da arena.

Sanduíche de Linguiça do Bragantino –  Estádio Nabi Abi Chedid

A cidade de Bragança Paulista, localizada no interior de São Paulo, é conhecida como a “Terra da Linguiça”. Diante disso, o time de futebol Red Bull Bragantino decidiu homenagear os ídolos do clube por meio de um tradicional lanche: o sanduíche de linguiça. 

Leia mais  Especialista lista 9 pilares para um marketing estratégico

Um lanche bem típico da culinária paulistana, o restaurante do Rosário que se encontra dentro do estádio Nabi Abi Chedid, possui uma preparação própria que foi aperfeiçoada ao longo dos anos. Com 14 opções no cardápio, cada um homenageando um dos grandes nomes que passaram pelo Massa Bruta, se encontram o X-Nabi (homenagem ao ex-presidente do clube Nabi Abi Chedid), composto por queijo e linguiça do Rosário, o X- Marquinhos (tributo  a Marquinhos Chedid, filho de Nabi Abi e presidente de honra), feito com queijo linguiça e vinagrete, e o X-Luxemburgo (menção o ex-treinador do clube), elaborado com linguiça, bacon, ovo, salada, queijo e presunto.

Pizza da FielZone – Neo Química Arena

Na Neo Química Arena, estádio do Corinthians, os torcedores podem comer a tradicional pizza paulistana, com vista para o gramado sabores especiais. O carro-chefe do cardápio é a ‘Corinthians’, feita com massa preta, molho de tomate, mussarela, tomate, mussarela de búfala e pesto de azeitona. 

Além disso, a Soccer Hospitality, empresa que administra o local, também organiza rodízios de pizza e noites especiais com a presença de ídolos e jogadores que marcaram época no alvinegro. 

Serviço estádios

Arena MRV: Rua Cristina Maria de Assis, 202 – Califórnia, Belo Horizonte – MG, 30855-440

Preço médio do prato: R$26,00

Nabi Abi Chedid: R. Emílio Colela – Jardim Nova Braganca, Bragança Paulista – SP, 12914-410

Preço médio do prato: R$18,00

Neo Química Arena: Av. Miguel Ignácio Curi, 111 – Vila Carmosina, São Paulo – SP, 08295-005

Preço médio do prato: R$78,00 – grande; R$68,00 – broto