Após participação na maior feira de artes do mundo, artista plástico brasileiro segue com exposição em Miami

Jay Boggo levou quatro de suas pinturas para a The House Gallery, no Miami Design District. Obras também foram expostas durante a Art Basel Week, maior feira internacional de artes do mundo_

Jay Boggo viveu mais uma experiência inédita em sua vida: expor suas pinturas e em um evento tão importante mundialmente como a Art Basel Week. No caso do artista plástico, os quadros foram expostos na The House Gallery, no Miami Design Distric, onde, após o término da feira internacional, seguem fixamente na galeria.

Além da exposição, Jay, que também é diretor criativo da J.BOGGO+, inaugurou a loja da marca no mesmo espaço — e simultaneamente ao evento de artes. “Foram 10 dias insanos de montagem de loja. Eu entrei para ajudar. Ajudei a pendurar quadros, a limpar a galeria, estávamos todos de mãos dadas pra deixar tudo pronto e lindo pra abertura, colocando o nome do Brasil no cenário artístico internacional”, diz.

A 20ª edição contou com número recorde de galerias brasileiras em seu line-up e trouxe 16 galerias nacionais entre as 283 participantes de 38 países e territórios. “Estar no meio da arte mundial, especialmente nessa edição que teve tanto brasileiro de nome forte no mercado de arte, carimbou em mim o que sempre acreditei, mesmo quando a vida pareceu me fazer duvidar: somos capazes de tudo, basta querer com muita força e agir, colocar seus dons a serviço do mundo”, reflete Jay Boggo.

Leia mais  Neli Álvaro e Mário Cardoso supera dificuldades e hoje são empreendedores em ascensão

O artista plástico ainda teve a oportunidade de acompanhar de perto a recepção dos público com suas pinturas. “Abri meus olhos e lá estava eu ao lado de todos os artistas internacionais, dando entrevistas, explicando meus processos, um monte de gente esperando para falar comigo, bater foto em frente de minhas obras. É muito forte. É uma vitória interna e silenciosa. Um êxtase da alma”, afirma ele, que contou com a presença de personalidades como Camila Queiroz e Giovanna Ewbank na The House.

Esse talento aflorou na vida de Jay em um momento de crise existencial e logo começou a chamar atenção das pessoas à sua volta. “Durante a início da pandemia, o Will, responsável pelo nosso universo online e fotógrafo da marca, achou meus quadros atrás do armário. Ele me encorajou e aconteceu. Expus o trabalho no Instagram e começaram a surgir interessados em comprar. Até que, em dois anos, estou na Art Basel”, reflete o artista plástico, que tem como inspiração nomes como Anish Kapoor.

Fotos: Mari Hart/Divulgação