Sem erros! Luciane vaz dá 7 dicas para o empreendedor iniciante ganhar dinheiro

A empreendedora diz que é normal o medo de investir o capital e o tempo em um negócio

Se tornar um empreendedor é um desejo de muitos brasileiros. Mas quem está começando no mundo dos negócios precisa ter um bom conhecimento para não cometer erros e perder dinheiro. Pensando nisso, a empresária de sucesso Luciane Vaz deu sete dicas para quem tem esse projeto executá-lo de forma sólida e bem planejada.

De acordo com Luciane, é comum quem está iniciando no empreendedorismo ter um certo receio de investir o seu capital e tempo. No entanto, esse medo é mais do que normal, mas não pode impedir a realização do seu sonho.

“Para diminuir os riscos e se dar bem, o planejamento é indispensável para organizar essa jornada, estruturando bem o negócio e, assim, criando uma empresa sólida”, pontua.

Veja as dicas:

Converse com as outras pessoas sobre sua ideia

Para o empreendedor inexperiente, o primeiro passo é conversar com profissionais de sucesso para que eles possam te ajudar com visões e ideias.

Por mais que não seja no ramo em que você deseja atuar, é benéfico obter a opinião das pessoas e ter um feedback que pode auxiliar na compreensão de alguns detalhes ou até mesmo na sensação de estar mais motivado.

Mas não se deixe influenciar por opiniões negativas, que não querem te ajudar. Um iniciante tem uma jornada longa e não deve se deixar influenciar por pessoas negativas e opiniões improdutivas.

2. Escolha algo de que goste

Acordar sabendo que vai fazer algo por prazer, e não somente por dinheiro, é recompensador. O serviço torna-se gratificante ao final do mês.

Assim sendo, o seu bem-estar é uma recompensa diária. Até mesmo a produtividade é maior. Isso ocorre porque é viável realizar muito mais em pouco tempo. O mercado é repleto de boas ideias de negócios, mas nem todas as opções são para trabalhar com algo que seja adequado ao seu perfil e às suas preferências.

Sendo assim, antes de pensar na empresa, veja algumas das coisas que mais te atraem e que você mais gosta de fazer. Depois, analise como podem se encaixar em um empreendimento próprio, que lhe permita ganhar dinheiro.

Isso é um exercício de autoconhecimento para identificar as atividades que você mais gosta e como adaptá-las a um empreendimento.

3. Estude o ramo

No mercado competitivo atual, uma das principais vantagens que as empresas precisam obter para se destacar são informações sobre o cenário do mercado naquele momento.

O estudo tem a função de revelar as tendências do mercado, tais como as preferências do público-alvo e a disponibilidade do produto ou serviço. Os dados e as informações coletadas pelo estudo de mercado dão ao empreendedor a chance de adotar estratégias mais eficientes e aumentar as chances de sucesso do empreendimento.

Ao realizar uma análise de mercado adequada, é possível enxergar o seu empreendimento com base sólida e informações precisas. Dessa forma, você estará mais apto a trilhar o caminho mais adequado em direção ao sucesso.

Leia mais  Como medir o seu pé para acertar no tamanho do calçado em compras online?

4. Saiba como funciona o mercado local

Para o empreendedor que está começando, é essencial ter conhecimento dos concorrentes. Dessa forma, é crucial identificar as companhias que atuam em seu mercado, seus produtos, sistema de atendimento, inovações, preços e opinião dos clientes.

Por meio das investigações, é viável identificar novas hipóteses e nichos de mercado que ainda não foram explorados. As ideias geniais podem surgir de demandas específicas de um público-alvo, da criação de inovações tecnológicas ou ainda de procedimentos que agregam mais valor ao produto ou serviço.

Não realizar uma pesquisa adequada do mercado local é uma falta de planejamento que deve ser evitada, pois o seu empreendimento é como uma planta, necessitando de um terreno fértil para prosperar.

Portanto, um mercado local atraente, seja com uma grande quantidade de clientes ou sem concorrentes, é crucial para impulsionar seu empreendimento.

5. Planeje e organize seus recursos financeiros

O planejamento financeiro é uma das etapas mais cruciais para iniciar um empreendimento, especialmente para aqueles que estão começando.

Dessa forma, essa estrutura previne que seu empreendimento sofra prejuízos, auxilia na tomada de decisões e previne que você acabe avançando além do necessário. Dessa forma, avalie quanto tem para investir no empreendimento, lembrando que é comum a companhia demorar a ter resultados.

Dessa forma, deve levar em conta o capital de giro, necessário para pagar as contas, mesmo que as vendas do seu negócio sejam pequenas. Da mesma forma, é crucial ter uma reserva de emergência para situações adversas e também para a saúde financeira tanto de você quanto de sua família.

Caso perceba que não tem recursos suficientes para investir, procure por alternativas de negócio mais acessíveis, que não requerem um estabelecimento comercial ou funcionários.

6. Não desvalorize o seu esforço

Para o empreendedor que está começando, é crucial reconhecer sua empresa, seus produtos e serviços. Remunerar de maneira inadequada vai resultar em perda de dinheiro e também passará a impressão ao cliente de que o seu trabalho é ruim.

Portanto, é viável ser competitivo e manter um preço competitivo, reduzindo despesas e otimizando o planejamento do empreendimento.

7. Aprenda a administrar

Além de organizar o processo interno do seu empreendimento, o empreendedor também deve se atentar para a gestão ao longo do tempo. É necessário ter familiaridade com administração, gestão de estoque e a parte financeira da organização para tomar as decisões necessárias.

Portanto, invista na aquisição desse conhecimento por meio do estudo, seja lendo livros, participando de cursos online ou seguindo empreendedores de sucesso nas mídias sociais.

Tudo isso ajuda as pessoas que não têm experiência com o empreendedorismo a lidarem bem com os diversos aspectos que envolvem um empreendimento.